quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Podia ser tão simples

Por que raio é que tenho de complicar tudo? E viver tudo tão intensamente? E ser tudo um drama? E estar tantas vezes triste? E não conseguir ultrapassar?

E podia ser tudo tão simples! Raios parta este feitiozinho!

11 comentários:

Flica disse...

Então amiga???

AnaRito_AnaRita disse...

Nada de especial... estou irritada comigo mesma!!

Estás boa? Falei com a Pat!!! Vcs vão estar num evento nosso na quinta do lago este weekend!

inês disse...

miguinha.... ao menos sabes q pode ser diferente, tens noção de q pode ser de outra maneira!ha tanta gente q nem isso sabe... eu diria q é bom a tua auto flagelação, assim basta so quereres, mas c mta força!...beijos e mais beijos

AnaRito_AnaRita disse...

:-)

inês disse...

ya... a conversa da treta!esquece...

Anónimo disse...

Lá dizia a poetisa "Adolfa LittleBelly": "Há mares e mares, Há Cérebros de minhocas perto de Colares..."

inês disse...

este teu marido, a sério!... coitado...

Anónimo disse...

Em Janeiro, um Porco ao sol e outro ao fumeiro.
Morto por morto, antes a velha que o porco.
Mulher que assobia, ou capa porcos ou atraiçoa o marido.
No dia de S. Martinho (11/11), mata o teu porco e prova o teu vinho.
Porcos com frio e homens com vinho fazem grande ruído.
Quem com farelos se mistura, porcos o comem.
Quem com porcos sonha, até o mato lhe ronca.
Se queres ver o teu corpo, abre o teu porco.
Tem o porco meão pelo S João (24/06).
Um sabor tem cada caça, mas o porco cento alcança.

Ju disse...

Deixa lá, é como a Inês diz, pelo menos tens consciência... já somos duas a pensar em como as coisas poderiam ser diferentes... I'm totaly miserable...

Flica disse...

São duas tansas que não sabem dar valor ao que têm, raistaparta!!!

AnaRito_AnaRita disse...

lol

mai nada!!

Eu é de extremos... desde ontem que estou feliz... vá-se lá perceber