quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Estar grávida é...

A Fi perguntou na nossa última janta como era estar grávida. Engraçado que não tinha ainda pensado nisso a sério e realmente se fosse uma de vocês e não eu a estar prenha também ia querer saber tudo, como era, como uma pessoa se sente, tudo! As melhores amigas servem para isso mesmo não é? Para ir desbravando caminho e dando dicas às outras.

Então cá vai.

Estar grávida é/ faz com que/ faz-te sentir:

- Sinto-me diferente, sente-se o peso da responsabilidade, sente-se que a vida nunca mais vai ser igual mas ainda não se sabe bem porquê

- Estar constantemente preocupada e ansiosa. Ok ok que há pessoas (eu claramente) mais propensas para isto que outras. Mas deixas de pensar só em ti (maioritariamente em ti) e passas a preocupar-te com o bebé. Estranho como ainda sem conheceres o teu filho (miúda linda no caso) já te preocupas tanto e já gostas tanto dela!

- Estar gorda e não nos fazer grande confusão... isto é lindo!! Pior vai ser no pós. 15 kilinhos (vamos lá ver se serão só estes!!!) a mais, quer dizer...

- Ser ainda mais instável (como se isso fosse possível!!)

- Ter certezas. E isto para mim era (quase) inédito. Certeza de que será um amor para sempre e de que nunca mais nada será como hoje

- Ter saudades do passado e do presente. Sem tamanhas preocupações por outros. Sem amarras para a vida. A poder fazer asneirinhas e pronto

- É um aproximar ainda maior da pessoa que está ao nosso lado

- É desvalorizar as coisas do dia a dia e viver todos os dias a pensar nela

- É saber que vai haver momentos muito difíceis e que o Amor não vai chegar sempre. E que ela vai ter problemas e fazer birras, e ser parvinha de vez em quando, e ser difícil, e ser (quase) impossível, e pregar-me grandes sustos, e ser mais Pai que Mãe. Mas saber que vai tudo compensar porque não vai haver (não há) amor igual

- É pensar nela de hora a hora mas ter medo do que aí vem

- É tentar ser melhor já agora mas saber que continuo a ser EU e que vou errar e que vou continuar a ser miúda mas Mamã ao mesmo tempo

- Estar mais cansada mas andar mais bem-disposta

- É saber que a Beatriz vai ser uma pessoinha mas agora senti-la como minha e ter de ir gerindo estas emoções contraditórias e difíceis

- É querer que todos gostem dela incondicionalmente mas saber sempre que a Mamã sou eu!!!! Ai ai ai. E sim é gerir esta merda com o Psi :- ))

- É um sem número de sensações completamente diferentes desde o mês um até agora ao mês sete

E é ter de parar de escrever que isto já está uma tremenda seca e eu tenho de ir trabalhar mas é!! Adeus!!

4 comentários:

Flica disse...

uau que bonito...quase, quase que apetece...

FobSara disse...

Boa barriguda! Acredita que daqui a um ano estarás muito mais descontraída! Depois dos primeiros meses torna-se mais fácil, mais natural. Agora o amor por eles... vem desde que têm o tamanho de uma sementinha!

Muitas beijocas para os 3!

Ju disse...

Mereces passar por tudo isso e muito mais que virá, sem dúvida...algo que te mudará para sempre, sim, e ainda bem.

inês disse...

Bolas Ri.. que declaração de amor mais linda, q fizeste à tua filha! Também me dá uma vontade tremenda...