terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Mais um Carnaval que passou

E este foi à antiga, um descalabro à antiga... e uma ressaca à antiga! Até pus em prática o meu hábito carnavalesco mais nasty que é andar a correr, a correr e a apalpar rabos alheios. O Carnaval para mim é isto! Sóbria e em qualquer outra altura do ano a ideia parece-me idiota, absurda até. Mas com os copos, com a música carnavalesca a tocar, as máscaras e tudo isso, um espírito lascivo-folião apodera-se de mim e não me responsabilizo pelos meus actos. Por respeito ao meu querido, este ano as minhas vítimas foram só mulheres (ou na pior das hipóteses, homens disfarçados de mulheres...).
Não peço que compreendam, mas atire a 1ª pedra quem nunca apalpou o rabo alheio!

1 comentário:

Ju disse...

É assim mesmo, em nome dos "bons velhos tempos"!... Ai ai gajita, é lindo saber que há coisas que nunca mudam...e tu és uma delas.

Beijos enormes! Cá te espero! Já falta pouquito... ;)